Sem saneamento, cidades têm alto índice de transmissão de doenças

Written by on 22 de novembro de 2018

Um levantamento divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com base em dados fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que há uma baixa qualidade de saneamento básico na maior parte dos municípios paraibanos.

De acordo com o relatório, das 223 cidades do estado, 137 registraram doenças relacionadas à falta de saneamento no ano passando, sendo dengue a mais comum nas ocorrências. Ao todo, 114 municípios contabilizaram os casos. A lista é seguida por diarreia, zika, chikungunya e doenças no aparelho respiratório.

Um dos fatores que pode ter contribuído para o resultado do estado, é a baixa presença de investimentos com a coleta de esgoto. No estado, apenas 38,5% dos resídios são coletados, quando a média nacional aponta para 50%, atingindo mais de 2,4 milhões de paraibanos que ficam sem o serviço.

O saneamento básico que poderia contribuir para enfrentar os dados negativos, é ignorado pela maior parte das cidades e está presente em apenas 37, o que equivale a 16% do total.

O estado, segundo a CNI, investe menos da metade do que é necessário com cada habitante. O investimento por paraibano é de cerca de R$ 89 reais, quando no restante do país é de R$ 188.

Fonte: Mais PB


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist