Saneamento básico não recebeu nenhuma emenda parlamentar de senadores da PB em 2019

Written by on 3 de setembro de 2020

Nenhuma emenda parlamentar foi destinada para saneamento básico por senadores da PB em 2019 — Foto: Walter Paparazzo/G1/Arquivo

Nenhuma emenda parlamentar foi destinada para a área de saneamento básico e gestão ambiental pelos senadores paraibanos em 2019, segundo um levantamento feito por um grupo de pesquisa do curso de gestão pública da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) divulgado com exclusividade pela Rede Paraíba de Comunicação nesta quinta-feira (3).

O estudo analisou os gastos com as emendas parlamentares disponibilizadas a cada senador da bancada paraibana no ano passado, com base nas emendas apresentadas em 2018.

De acordo com o levantamento, apenas uma das 62 emendas parlamentares apresentadas pelos senadores da Paraíba para 2019 foi para a área do turismo. O segundo grupo com menor investimento, cidadania e desenvolvimento humano, teve apenas duas emendas.

O grupo que recebeu mais atenção foi o de saúde e assistência social, que teve 44 das 62 emendas. As demais emendas foram distribuídas nos grupos de desenvolvimento regional e humano (6), educação (5) e agropecuária (4).

Em relação aos valores empenhado, os três senadores da Paraíba empenharam mais de R$ 46 milhões em emendas. A área da saúde ficou com 72% deste valor. Desenvolvimento regional e urbano ficou com metade do valor restante (14%) e os demais foram distribuídos entre agropecuária (7%), educação (3,7%), cidadania e desenvolvimento humano (1,5%) e turismo (1,4%).

Participação dos senadores

Segundo o levantamento, os três senadores apresentaram emendas no ano passado. Na análise das áreas escolhidas por cada senador, os pesquisadores apontam que todos os três tiveram emendas na área de saúde.

Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (MDB) diversificaram mais, apresentando proposta em cinco de sete áreas. Já o senador Raimundo Lira (PSD) apresentou propostas em apenas duas áreas, sendo o único a apresentar a única emenda na área de turismo.

Das 62 emendas apresentadas, 25 foram por Raimundo Lira (PSD), o que representa 40,3% do total. Cássio Cunha Lima (PSDB) apresentou 23 emendas (37,1%) e José Maranhão (MDB) apresentou 14 emendas (22,6%), sendo que uma delas foi destinada ao estado de Goiás.

Sobre a pesquisa

O professor Fernando Torres, pesquisador que coordena o grupo, explica que os dados analisados foram colhidos nos sites do Senado Federal e no Portal da Transparência. A coleta foi feita entre os meses de junho e julho deste ano e a pesquisa foi finalizada em agosto.

Além de Fernando, também fazem parte do grupo os estudantes Enzo Souto e José Ricardo Palmeira, além do colaborador Jean Nascimento, professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

“Meus interesses de pesquisa são relativos à governança no setor público, transparência pública e qualidade do gasto público. Além desta pesquisa, também finalizamos outra em que analisamos as diárias nas câmaras municipais em cidades paraibanas. Essas pesquisas foram renovadas e ano que vem vamos estudar as emendas e as diárias deste ano, para que tenhamos um banco de dados de 2019 e 2020”, diz Fernando.

Na quarta-feira (2) foram divulgados os dados relativos aos deputados federais. Na sexta-feira (4) vão ser divulgados os resultados da pesquisa sobre as emendas dos deputados estaduais.

Fonte: G1


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist