PB sedia torneio de coveiros com prêmios de R$ 1,2 mil

Written by on 24 de outubro de 2019

Torneio de coveiros

O município de Conde, na Grande João Pessoa, vai sediar uma inusitada competição que irá recompensar a melhor dupla de coveiros do litoral sul paraibano: o ‘Pá na cova’. O torneio de coveiros vai distribuir R$ 1,2 mil em premiações, além de medalhas e troféus para os três primeiros colocados.

As inscrições para a competição só iriam começar no dia 1º de novembro, véspera de Finados, mas foram antecipadas porque diversos candidatos já procuraram se inscrever, de acordo com Fábio Melo de Sousa, conhecido como Fábio Tatu, que é ex-vereador da cidade e o idealizador do torneio.

“Sempre fui meio polêmico aqui na cidade. Na época que era vereador, não tinha carro e ia trabalhar em uma carroça de burro. Tive a ideia da competição porque sempre vi muita discriminação com os coveiros. O pessoal vê eles na rua e não dão bom dia, não apertam as mãos. Parece que o povo tem nojo deles. Quero mostrar que o coveiro é um cidadão comum e trabalha em uma profissão digna como qualquer outra”, disse Fábio Tatu.

Inscrições

Para participar da competição, os interessados (ambos os sexos) devem ser maiores de idade, comprovando a situação através de um documento oficial com foto. A inscrição deve ser feita em dupla, inclusive com registro do nome da equipe.

Além disso, é obrigatório que ao menos um integrante da equipe tenha experiência profissional comprovada no cargo de sepultador/coveiro. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (83) 9 8726-7321 até o dia 20 de novembro.

A competição vai ocorrer em um terreno, que fica no município de Conde, a partir das 8h30 do dia 30 de novembro. A dupla que terminar na terceira posição receberá medalha, troféu e R$ 200. Os vice-campeões serão premiados com medalha, troféu e R$ 400. Já a dupla campeã da competição levará medalha, troféu e R$ 600.

Regulamento do torneio de coveiros

Entre as regras da competição estão os pontos que serão analisados para a escolha dos vencedores. Ganha o torneio a dupla que abrir mais rapidamente e em melhor estado uma cova que tenha as seguintes medidas: 2,20 metros de comprimento, 0,70 centímetro de largura e 1 metro de profundidade. O regulamento completo da competição pode ser conferido aqui.

“Tem gente de João Pessoa, Conde, Alhandra, Caaporã me ligando para se inscrever. Aqui na cidade o pessoal estranhou no início, mas depois passou. Estão apoiando. Temos que valorizar os coveiros, até porque todo mundo vai passar pelas mãos deles um dia, querendo ou não”, afirmou Fábio Tatu.

Fábio Tatu

Fábio ganhou o apelido de Tatu na época em que trabalhava como agente penitenciário e precisou percorrer um túnel de 57 metros que havia sido aberto por detentos no presídio do Roger, em João Pessoa.

“Quando descobriram o túnel precisavam de alguém para descer lá e ver até onde ele ia. Como eu era o agente mais magro e baixinho sobrou para mim. Percorri os 57 metros e quando saí um repórter olhou para mim e me chamou de ‘Agente Tatu’. O apelido pegou tanto que mesmo depois que parei de trabalhar como agente todo mundo me conhece assim”, contou o ex-vereador.

 

 

Fonte: Portal Correio


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist