OPERAÇÃO CALVÁRIO: Ex-secretária continuará usando tornozeleira

Written by on 26 de outubro de 2021

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve a decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) que determinou o uso da tornozeleira eletrônica para a ex-secretária de Saúde do Estado do governo Ricardo Coutinho (PT), Cláudia Veras.

A defesa de Veras pediu que o monitoramento eletrônico fosse derrubado. O magistrado, porém, disse não vislumbrar ilegalidade para autorizar o fim do uso da tornozeleira.

“Têm-se que a paciente teve decretada a medida cautelar a fim de evitar o risco de reiteração delitiva e resguardar a ordem pública, diante de particularidades concretas ligadas à pessoa da paciente, que supostamente “compunha o Núcleo Administrativo da ORCRIM e, na qualidade de gestora da pasta da saúde do Estado, desenvolvido, em tese, estratagemas que concederam aspecto de legalidade às organizações sociais na Paraíba”, disse o ministro na decisão.

Cláudia Veras teve a prisão preventiva decretada em dezembro de 2019 no âmbito da Operação Juízo Final, um desdobramento da Operação Calvário. Ela é acusada de integrar uma organização criminosa que seria lidera por Ricardo Coutinho com o intuito de desviar recursos da saúde e educação.

 

Fonte: MaisPB


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist