Mulher suspeita de torturar filho é liberada após prestar depoimento

Written by on 12 de julho de 2019

A mulher suspeita de torturar o filho de sete anos na cidade de Boqueirão, Agreste paraibano, e o companheiro dela, apontado pela polícia como cúmplice, foram detidos pela Polícia Militar na noite de ontem, quinta-feira (11), prestaram depoimento na delegacia da cidade e foram liberados.

O delegado que conduz as investigações, Francisco Iasley Almeida, explicou que o depoimento foi colhido pela delegada de plantão, que não pôde manter o casal preso pois não havia mais situação de flagrante delito.”Eles foram qualificados, interrogados e depois liberados, pela delegada plantonista, que agiu dentro da legalidade”, disse Francisco Iasley.

Conforme a autoridade policial, a Polícia Civil prossegue com os procedimentos em busca de provas contra o casal. “A investigação policial continua, coletando provas testemunhas periciais e documentais para comprovar as práticas criminosas por eles praticados contra a criança, não sendo descartada a possibilidade de prisão provisória em caso de necessidade e adequação da medida”, completou.

Criança deve passar por cirurgia

O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde o menino está internado desde a noite de quarta (10), informou que é provável que ele passe por uma cirurgia de reconstrução do couro cabeludo, devido à lesão causada por queimadura. O procedimento, no entanto, não é urgente. O boletim médico destaca que a criança está em quadro clínico estável, com sinais vitais preservados. Ainda não há previsão de alta hospitalar.

 

 

Portal Correio 


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist