Justiça de PE proíbe atos de campanha com aglomerações e decisão pode influenciar na PB

Written by on 30 de outubro de 2020

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) determinou, na noite desta quinta-feira (29), a proibição de todos os atos presenciais de campanha causadores de aglomeração. Segundo a Justiça Eleitoral, a medida foi tomada por causa do aumento do número de casos do novo coronavírus.

A decisão pode se refletir em outros Estado como a Paraíba, onde aglomerações também tem sido registradas durante a campanha eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), proibiu a realização de comícios, carreatas e comícios durante a campanha principalmente nas cidades de João Pessoa e Campina Grande. Mesmo assim, os eventos realizados com as restrições, tem registrado aglomerações, o que pode contribuir para elevar o número de infectados pela Covid-19 no Estado.

Na semana passada, o desembargador José Ricardo Porto, Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, declarou que recebeu com exacerbada preocupação as informações divulgadas pelo Secretário Geraldo Medeiros, da pasta da saúde estadual, dando conta que a Paraíba, em razão do recrudescimento da COVID 19, retornou para a bandeira vermelha, uma vez que, mesmo diante dos insistentes alertas, as pessoas estão desobedecendo, de forma ostensiva e expressiva, as recomendações sanitárias.

A Justiça Eleitoral, atenta à preocupação mundial com uma possível segunda onda da Covid 19, está mantendo a proibição de eventos de campanha que impliquem em aglomerações sem controle, a exemplo de carreatas, passeatas e comícios, “buscando conter o avanço e propagação do vírus responsável por uma pandemia sem precedentes”, acentuou Porto.

 

 

Fonte: PB Agora


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist