Indústria paraibana desenvolve aeronave esportiva que deve decolar em 2019

Written by on 2 de setembro de 2018

Uma indústria aeronáutica paraibana desenvolve uma nova aeronave esportiva. De acordo com o idealizador Juan Pinheiro, o projeto está em processo de certificação para que a aeronave seja homologada junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e possa decolar em 2019. Além disso, a ideia é que o modelo tenha o reconhecimento internacional através da autoridade aeronáutica estadunidense “Federal Aviation Administration” (FAA) – para que ela seja usada também como aeronave de treinamento na formação de novos pilotos.

Segundo o idealizador da Stratus ST20 LSA, o trabalho é fruto de uma parceria entre a Indústria e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). No mês de maio deste ano, os engenheiros da Indústria Aeronáutica, Daniel Sarmento e Kaline Ventura – que é aluna do mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – defenderam o artigo científico do projeto no Congresso Nacional de Engenharia Mecânica (CONEM 2018), em Salvador, Bahia.

O CEO e fundador da empresa diz que a nova aeronave segue um modelo esportivo e é construída em compósitos especiais de carbono. “Esse tipo de material é um dos mais modernos a serem utilizados em aviões, pois possuem características como alta resistência e baixo peso, o que é essencial para projeto de aeronaves”, explica Juan Pinheiro.

Produção das peças da aeronave em Campina Grande

A equipe de engenheiros e técnicos já dedicou mais de 8 mil horas no desenvolvimento do projeto da aeronave. São mais de três anos de dedicação para chegar na produção das fôrmas da aeronave e, com elas, a empresa deve ter capacidade de produzir todas as peças da nova aeronave na sede da indústria em Campina Grande, localizada na BR-230, no distritio de São José.

São mais de três anos de dedicação para chegar na produção das fôrmas da aeronave criada na Indústria em Campina Grande (Foto: Divulgação/Stratus Indústria Aeronáutica)

“A utilização de uma metodologia dinâmica no desenvolvimento desta nova aeronave e o uso de modernas ferramentas tecnológicas, faz com que tenhamos neste projeto o que existe de mais atual no desenvolvimento de uma nova aeronave, seguindo os mesmos processos que são aplicados em grandes indústrias do setor aeronáutico”, explicou Juan.

Artigo científico classificado na categoria aeroespacial

O artigo científico apresentado no CONEM 2018, congresso que reúne pesquisadores de engenharia mecânica de todo o país, foi classificado na categoria aeroespacial com a apresentação do projeto “Asa para uma Aeronave Leve Esportiva (ALE)”, resultante de um desenvolvimento tecnológico da Indústria que contribuirá para o processo de montagem da nova aeronave em fase de prototipagem.

Equipe de engenheiros e técnicos já dedicou mais de 8000 horas no desenvolvimento técnico do projeto da aeronave (Foto: Divulgação/Stratus Indústria Aeronáutica)

Parceria com a UFCG

Uma parceria entre a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a empresa aeronáutica sediada na cidade possibilita que o aluno que tenha interesse nessa área possa fazer o estágio do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na sede da indústria em Campina Grande, como também ser efetivado como funcionário.

O idealizador do projeto diz que a parceria com a UFCG, na produção de pesquisas científicas, demonstra o potencial da Paraíba para o desenvolvimento de tecnologias aeronáuticas. “Através desta parceria, nossa equipe continuará trabalhando com a produção de novos artigos científicos para que novas patentes sejam produzidas até o final do desenvolvimento da aeronave”, enfatizou Juan Pinheiro.

Além disso, mais dois artigos científicos produzidos pela equipe foram aprovados para serem apresentados no Congresso Aeroespacial Brasileiro (CAB) que acontece em novembro deste ano em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Nova aeronave segue um modelo esportivo e é construída em compósitos especiais de carbono (Foto: Divulgação/Stratus Indústria Aeronáutica)

Primeira aeronave fabricada na Paraíba

Ainda segundo Juan Pinheiro, a empresa realizou o voo da primeira aeronave fabricada na Paraíba, o Volato 400, que decolou do Aeroclube de Campina Grande no dia 10 de outubro de 2017.

Fundada em de junho de 2016, a Stratus Indústria Aeronáutica atua como oficina homologada pela ANAC, para manutenções de aeronaves executivas, e no serviço especializado de balizamento de pista de aeroportos, com implantação de equipamentos de sinalização de aeroportos e helipontos.

Avião fabricado na Paraíba pode chegar a 300km/h e tem capacidade para quatro pessoas (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Fonte: G1 PB


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist