Gaeco e Delegacia de Combate à Corrupção prendem 11 vereadores de Santa Rita ao desembarcarem de falso congresso em Gramado

Written by on 5 de novembro de 2019

O Gaeco e as Delegacias de Repressão ao Crime Organizado e Combate a Corrupção,  prenderam 11 vereadores da cidade de Santa Rita que retornavam de Gramado após participarem de um falso congresso. O caso foi registrado ainda na madrugada desta terça-feira (05) após deixarem o Aeroporto Castro Pinto.

Veja a lista dos vereadores presos:

1 – Anesio Alves de Miranda Filho  – Presidente da Câmara
2 – Brunno Inocencio da Nóbrega Silva
3 – Carlos Antônio da Silva
4 – Francisco de Medeiros Silva
5 – Diocélio Ribeiro de Sousa
6 – Francisco Morais de Queiroga
7 – João Evangelista da Silva
8 – Ivonete Virgínio de Barros
9 – Marcos Farias de França
10 – Sérgio Roberto do Nascimento
11 – Roseli Diniz da Silva

Além dos vereadores, o contador Fábio Cosme também foi preso. A operação Natal Luz teve apoio da Polícia Civil de Sergipe e do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul.

Os vereadores teriam fraudado a viagem com dinheiro público alegando a justificativa de um falso Congresso em Gramado, durante a programação do Natal Luz.

A prisão foi realizada às 3h quando os suspeitos retornavam a João Pessoa, no município de Mata Redonda. Os vereadores estavam acompanhados dos familiares e foram encaminhados para Central de Polícia.

Os vereadores e o contador passarão por audiência de custódia, já os familiares estão sendo ouvidos e liberados.

O delegado Allan Terruel disse que os suspeitos forjaram o congresso para justificar a viagem à cidade de Gramado. Ele também informou a Polícia recebeu a documentação da contratação de uma empresa do estado de Sergipe para a realização do Congresso em Gramado para os vereadores.

Terruel também disse que a Polícia investiga a existência de outras viagens realizadas pelos vereadores com o dinheiro público.

Os vereadores de Santa Rita e funcionários da Câmara Municipal torraram R$ 365.113,08 com o pagamento de diárias somente no ano de 2017, de acordo com levantamento feito pelo Portal. Até o meio de 2018, os vereadores luxaram menos: foram destinados, até o momento, R$ 30 mil para esta finalidade, até abril, o que representa 8,2% da despesa com diárias do ano passado. 

Com salários de R$ 10 mil cada um, e o do presidente R$ R$ 15.031,00 com a verba de representação, os vereadores de Santa Rita não se acanharam nos gastos com diárias. Só o presidente da Casa Saulo Gustavo Souza Santos viajou para Fortaleza, Natal e, somente em Maceió.

Confira as datas:  

Maceió – 05 a 08 de maio de 2017
Fortaleza – 24 a 28 de maio de 2017
Natal – 05 a 08 de outubro de 2017
Natal – 25 a 28 de outubro de 2017
Maceió – 01 a 04 de dezembro de 2017
Maceió –  08 a 11 de setembro de 2017
Natal – 21 a 24 de fevereiro de 2017
Maceió – 24 a 27 de março 

PALESTRA 

A palestrante do evento a que os vereadores de Santa Rita compareceram na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, está sendo investigada como onipresente. Na mesma data do Seminário Regional de Agentes Públicos, que aconteceu em Gramado, a palestrante também comandou um evento na cidade de Juazeiro, no Ceará.

A investigação aponta que “traçando análise comparativa entre os cartazes verifica-se a mesma palestrante JOELI CRUZ, em períodos coincidentes de 29 de outubro até 01 de novembro de 2019 no primeiro cartaz e 31 de outubro até 04 de novembro de 2019 no segundo cartaz, e locais diferente, a saber: Juazeiro/Ce e Gramado/RS. A saber, o hotel Lages da Pedra se situa no município de Canela/RS e não em Gramado, como informado”, de acordo com informações obtidas pelo Portal. A polícia encontrou a informação conflitante de presença nos dois eventos no próprio Facebook da palestrante.

Joeli dos Santos Cruz Barreto é formada em Direito e Letras. De acordo com o seu currículo, ela possui experiência na área de Mediação empresarial, Direito Civil, Direito Penal e Direito do Trabalho. Além disso, Joeli também possui pós-graduação em Didática do Ensino Superior.

A investigação constatou ainda que Joeli possui vínculo trabalhista com a Câmara Municipal de Barra dos Coqueiros, no estado de Sergipe. Ela ocupa a função de Diretora de Serviços Parlamentares com salário de R$ 3 mil. Ainda foi detectado um segundo cargo comissionado de Joeli Cruz na Câmara de Barra de Coqueiros, com salário médio de R$ 1.700.

11 vereadores de Santa Rita foram presos na madrugada desta terça-feira (05) logo após terem desembarcado da viagem que fizeram a Gramado com objetivo de participação em um Seminário. Os agentes públicos teriam fraudado a viagem desviando dinheiro público e colocando como justificativa o falso congresso em Gramado.

Fonte: ClickPB


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist