Fraudes em resultados de partidas podem ter manipulado campeonatos na Paraíba

Written by on 9 de abril de 2018

A manipulação de resultados em jogos do futebol paraibano investigada na Operação Cartola, pela Polícia Civil e Ministério Público da Paraíba, pode ter influenciado até mesmo a partida que definiu o campeão paraibano de 2018. Neste domingo (08), O Botafogo-PB sagrou-se campeão vencendo o Campinense.

De acordo com o delegado de Defraudações e Falsificações, Lucas Sá, a operação investiga manipulação de resultados e fraude na escala de arbitragem para influenciar nos jogos. No entanto, os detalhes não foram repassados devido ao sigilo que acomete a operação. No decorrer das investigações, o delegado estima que poderá ser constatado ainda o desvio de valores da arrecadação de jogos e de programas sociais.

A denúncia que culminou na deflagração da operação diz respeito à gestão atual, de acordo com o delegado. Apesar disso, de acordo com os documentos levantados nos mandados de busca e apreensão, outras gestões podem passar a ser investigadas. “Essa fase é a inicial. O objetivo é analisar esse material e ver como pode levar as outras fases”, afirmou Lucas Sá.

Foram cumpridos 39 mandados de busca e apreensão em casas de dirigentes de clubes de futebol, árbitros de futebol, funcionários e dirigentes da Federação Paraibana de Futebol (FPF) integrantes da Comissão Estadual de Arbitragem e integrantes do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba.

Foram apreendidos documentos e equipamentos eletrônicos para auxiliar nas investigações. Os detalhes sobre como aconteceu a participação de cada um só devem ser divulgados após o levantamento do sigilo da operação.

Veja os alvos dos mandados de busca e apreensão:

AMADEU RODRIGUES – Presidente da FPF

FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTEBOL (FPF)

ROSILENE DE ARAUJO GOMES – Ex-presidente da FPF

MARCOS SOUTO MAIOR – Advogado da FPF

JOSÉ RENATO (ZÉ RENATO) – Presidente da Comissão de Arbitragem

COMISSÃO ESTADUAL DE ARBITRAGEM (CEAF)

SEVERINO LEMOS (BINA) – Diretor de arbitragem da FPF

LIONALDO SANTOS – Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA DA PARAÍBA (TJDF)

ZEZINHO DO BOTAFOGO – presidente do Botafogo-PB

MARAVILHA DO CONTORNO – Sede do Botafogo-PB

GUILHERME CARVALHO (NOVINHO) – Vice-presidente do Botafogo-PB

BRENO MORAIS – Vice-presidente do Botafogo-PB

BRENO MORAIS / EMPRESA NORDIL

DR ALEXANDRE – Advogado e vice-presidente jurídico do Botafogo-PB

FRANCISCO SALES – Diretor do Botafogo-PB (filho de Novinho)

WILLIAM SIMÕES – Presidente do Campinense Clube

SEDE DO CLUBE CAMPINENSE

JUAREZ LOURENÇO – presidente do Treze

SEDE DO CLUBE TREZE

FABIO AZEVEDO – Dirigente do Treze

ALANKARDEC CAVALCANTI – Dirigente do Treze

JOSIVALDO GOMES – Presidente do CSP

CLUBE CSP

SEDE DO CLUBE ATLÉTICO DE CAJAZEIRAS

RENAN ROBERTO – Árbitro de futebol da FPF

ADEILSON CARMO – Árbitro de futebol da FPF

JOSE MARIA DE LUCENA NETTO (NETO) – Árbitro de futebol da FPF

ANTONIO CARLOS DA ROCHA (MINEIRO) – Árbitro de futebol da FPF

JOÃO BOSCO SÁTIRO DA NOBREGA – Árbitro de futebol da FPF

ANTONIO UMBELINO – Árbitro de futebol da FPF

DIEGO ROBERTO – Árbitro de futebol da FPF

EDER CAXIAS – Árbitro de futebol da FPF

TARCISIO JOSE DE SOUZA (GALEGUINHO) – Árbitro de futebol da FPF

LUIS FILIPE – Árbitro de futebol da FPF

ÁDGUERRO XAVIER – Árbitro de futebol da FPF

JOSE ARAUJO DA PENHA (ARAUJO) – Funcionário da FPF

LUCAS ANDRADE – Funcionário da FPF

SONIA ANDRADE – Funcionário da FPF

BENEDITO DA PENHA MEDEIROS JUNIOR (BENINHA) – Filho de diretor do Botafogo-PB

 

 

Assessoria


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist