AO VIVO

Estado quer instalar polo têxtil com 2 mil vagas de emprego; oposição obstrui

A bancada de oposição obstruiu, nessa terça-feira (08), a votação do projeto de lei de autoria do governador João Azevêdo (PSB) que doa um terreno pertencente ao Estado à Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) para a implantação do Polo Febril, no bairro de Mangabeira. A matéria agora deve ser votada nesta quarta-feira (09).

O terreno está localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, e é avaliado em R$ 14 milhões. Atualmente, o espaço está sem utilização e sem projeto ou estudo para uso por parte do governo.

“A região de Mangabeira, em João Pessoa, tem elevado potencial para atividades de comercialização de vestuário, tanto no atacado, quanto no varejo. Além disso, tem grande oferta de mão de obra especializada para o setor têxtil, capaz de atender a demanda para as mais de duas mil vagas que serão geradas com o polo têxtil que será instalado”, defende a matéria.

Na justificativa, o governador afirmou que há o interesse público para a formação da doação, já que o Polo Fabril poderá gerar mais de dois mil empregos. “Experiências em outros estados do Brasil e na pórpria Paraíba no setor têxtil e de confecções, demonstram a potencialidae para amplo desenvolvimento do segmento no Nordeste”, diz o projeto.

Em a matéria sendo aprovada, o Polo Fabril tem até cinco anos para ser instalado. Caso contrário, o terreno volta ao Patrimônio Público da Paraíba.

 

Fonte: MaisPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

Contato

departamento comercial

(83) 99891 - 1069
(83) 99979 - 7945

Sobre nós

Em 3 de Abril de 1982, um sabado á tarde, foi inaugurada em Pombal – PB foi inalgura a primeira estação de radiofusão convencional…

Veja completo