Em jogo com arbitragem polêmica, Inter só empata com o Santos e vê vantagem do Palmeiras aumentar

Written by on 23 de outubro de 2018

O Internacional bem que tentou e, por duas vezes, esteve perto de conquistar mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. A equipe, porém, acabou tomando o empate do Santos por 2 a 2, na noite desta segunda-feira, ficando um pouco mais distante da briga pelo título, já que agora está cinco pontos atrás do líder Palmeiras.

O Santos começou o jogo com tudo e só não abriu o placar aos 23 minutos porque Marcelo Lomba fez grande defesa, mandando a bola chutada por Gabigol no travessão. Depois disso, porém, o Internacional passou a tomar conta do jogo. Depois de uma grande defesa de Vanderlei aos 40, três minutos mais tarde ele não conseguiu evitar o gol de Leandro Damião, no rebote do chute de Edenílson, fazendo com que o time da casa fosse para o intervalo na frente.

Na segunda etapa, o time paulista voltou melhor e rapidamente conseguiu o empate, graças a um belíssimo gol de Gabigol, que acertou chute cruzado colocado, deslocando o goleiro aos 5 minutos. Esse foi o 15º gol do atacante no Brasileirão, artilheiro da competição.

Pouco tempo depois, o lance mais polêmico do jogo. O zagueiro Victor Cuesta dividiu a bola com Carlos Sánchez e a bola sobrou com Damião, que mandou para o gol. Porém, depois de uma pausa de seis minutos, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro decidiu anular o gol, considerando que o atacante estava impedido. A dúvida, porém, é se o passe foi feito pelo jogador do Inter ou pelo santista.

O incidente, porém, não afetou o time da casa. Aos 25, em rápido contra-ataque, Nico Lopez carregou a bola e encontrou Patrick na entrada da área. E ele não perdoou, colocando o Inter novamente em vantagem: 2 a 1. A felicidade dos torcedores, porém, durou pouco. Aos 33, o Santos chegou novamente ao empate em um lance bastante confuso. Depois de chute de Gabigol, o lateral Fabiano tentou proteger a bola para Marcelo Lomba pegar com a mão, mas acabou se atrapalhando com Rodrigo Dourado e marcou contra, dando números finais á partida

Com o resultado, a equipe gaúcha chegou aos 57 pontos, cinco atrás do líder Palmeiras e dois atrás do Flamengo, que assumiu a 2º colocação, deixando o Inter em 3º. Já o Santos foi para 43 e se aproximou um pouco mais do Atlético-MG, atual 6º lugar e último na zona de classificação para a Libertadores de 2019.

Na próxima rodada, já na sexta-feira, o Internacional, ainda sonhando com o título, encara o Vasco fora de casa. Já o Santos volta à Vila Belmiro para encarar o Fluminense no sábado à tarde.

O JOGO

O Santos não se intimidou com o Beira-Rio lotado e começou melhor o jogo contra o Internacional. Com marcação adiantada, o time visitante freou a pressão dos donos da casa nos primeiros minutos e se armou à procura do contra-ataque.

A primeira chance – e a melhor dos primeiros 45 minutos -, foi aos 24, quando Carlos Sánchez armou o contra-ataque e inverteu para Gabigol. O artilheiro do Campeonato Brasileiro bateu de fora da área, com categoria, e o goleiro Marcelo Lomba tocou com a ponta do dedo antes da bola parar no travessão.

Depois da pressão santista, o Inter equilibrou a partida e começou a criar chances. A primeira veio com Edenilson, após cruzamento de Cuesta aos 40 minutos. O goleiro Vanderlei salvou. E três minutos depois, saiu o gol. Edenilson, destaque do Colorado, tabelou com Patrick e encobriu o camisa 1. Luiz Felipe salvou e no rebote Leandro Damião, de cabeça, fez valer a Lei do Ex.

E ainda deu tempo para Rodrigo Moledo, na pequena área, furar a tentativa de letra, sem goleiro.

O Santos retomou as rédeas da partida para a etapa final e logo conseguiu o empate, em golaço de Gabigol. O camisa 10 acertou um chute improvável, colocado, do bico da área e marcou pela 15ª vez no Campeonato Brasileiro. É o artilheiro.

O Internacional reagiu rápido ao empate sofrido e quase empatou aos 8 minutos, novamente com Leandro Damião. O cabeceio parou em nova boa defesa de Vanderlei. Segundos depois, se iniciou uma polêmica com a arbitragem.

Com cinco minutos de paralisação e resenha com auxiliares, o árbitro assinalou impedimento de Leandro Damião. O centroavante teria feito um lindo gol por cobertura. O juiz entendeu que o toque veio de Cuesta e não de Sánchez em dividida.

O lance polêmico não esfriou o Inter e o gol não demorou a vir. Aos 25 minutos, Carlos Sánchez cobrou escanteio baixo e originou um contra-ataque mortal. De Edenilson, para Nico López e a assistência para o gol de Patrick.

E quando o jogo caminhava para vitória do Internacional, o Santos voltou a reagir. Aos 33 minutos, Bruno Henrique rolou para Gabigol chutar bem com a perna direita. O goleiro Lomba espalmou, Fabiano foi traído pelo efeito no rebote e o camisa 10 aproveitou o bate-rebate. Ele saiu comemorando, mas o gol foi marcado contra do lateral colorado.

© Foto: Ricardo Duarte/Divulgação/SC Internacional

Os minutos finais foram de muita movimentação e chance para os dois lados. Na melhor delas, o zagueiro Rodrigo Moledo cabeceou para outra grande defesa de Vanderlei, aos 44 minutos. No fim das contas, empate de bom futebol em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

Internacional 2 x 2 Santos

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 22 de outubro de 2018, segunda-feira

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

Público e renda: 43.159/R$ 1.082.715,00

Cartões amarelos: Internacional: Nico López. Santos: Gustavo Henrique e Bruno Henrique.

GOLS: Internacional: Leandro Damião, aos 43 minutos do 1T, e Patrick, aos 25 do 2T; Santos: Gabigol e Fabiano (contra), aos 5 e 33 do 2T

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano (Jonatan Álvez), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago (Wellington Silva); Rodrigo Dourado, Nico López, Edenílson, D’Alessandro e Patrick; Leandro Damião (Rossi). Técnico: Odair Hellmann

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Bryan Ruiz), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Rodrygo (Derlis González), Bruno Henrique (Renato) e Gabigol. Técnico: Cuca

Fonte: ESPN


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist