Em final emocionante, Hamilton vence pela 7ª vez o GP da Inglaterra

Written by on 2 de agosto de 2020

Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo (02/08/2020), de ponta a ponta, o Grande Prêmio da Inglaterra, cruzando a linha de chegada com apenas três pneus, a poucos metros à frente do segundo colocado, o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

O piloto da Mercedes chegou a sua 87ª vitória, a sétima no circuito de Silverstone, e agora está a a quatro triunfos de empatar com o recorde do alemão Michael Schumacher.

Enquanto o inglês Hamilton conseguiu manter sua posição até o final a prova, depois de ficar com o pneu esquerdo destruído, seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas não teve a mesma sorte.

A duas voltas do fim, quando era o segundo colocado, um dos pneus da Mercedes do finlandês não resistiu ao desgaste e furou, e ele terminou a prova na 11ª posição, sem marcar pontos.

Com o problema no carro de Bottas, o piloto da Ferrari Charles Leclerc herdou o terceiro lugar inesperadamente, depois de correr quase toda prova no quarto lugar.

“Foi uma corrida maluca – conseguimos o melhor resultado que podíamos ter hoje. O carro não atingiu o potencial, mas estamos felizes com o pódio”, disse Leclerc.

Antes da emocionante final, a corrida havia sido relativamente tranquila, com os dois Mercedes à frente dos rivais.

Mas a sucessão de pneus furados pelo desgaste na pista nas voltas finais mudou o roteiro em Silverstone. Carlos Sainz Jr. (McLaren) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) também tiveram o mesmo problema que Hamilton e Bottas.

“Até a última volta, estava tudo bem. Mas quando soube que Valtteri havia furado, olhei para os pneus e tudo parecia estar bem, mas de repente furei. Tentei manter a velocidade sem quebrar o pneu”, disse Hamilton após conquistar a terceira vitória consecutiva nesta temporada.

Verstappen certamente deixou o primeiro lugar do pódio escapar ao parar na penúltima volta para colocar pneus novos, o que pelo menos lhe permitiu conquistar um ponto extra por fazer a volta mais rápida da prova.

Mas essa parada custou ao holandês alguns segundos que provavelmente lhe permitiriam superar Hamilton antes da bandeirada final.

“Os pneus não estavam bons com 10 voltas para o fim. Parei para pneus novos em busca da melhor volta, mas o pneus do Lewis furou. Mas o segundo lugar é bom para nós e estou feliz com isso””, disse o jovem holandês.

— Classificação geral do Grande Prêmio da Inglaterra, 4ª etapa do Mundial de Fórmula 1, disputado neste domingo no circuito de Silverstone (5,891 km):

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 306,198 km em 1 h 28:01.283

2. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) à 5.856

3. Charles Leclerc (MON/Ferrari) à 18.474

4. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) à 19.650

5. Lando Norris (ING/McLaren-Renault) à 22.277

6. Esteban Ocon (FRA/Renault) à 26.937

7. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) à 31.188

8. Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda) à 32.670

9. Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes) à 37.311

10. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) à 41.857

11. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) à 42.167

12. George Russell (ING/Williams-Mercedes) à 52.004

13. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) à 53.370

14. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) à 54.205

15. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) à 54.549

16. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) à 55.050

17. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

– Volta mais rápida: Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) 1:27.097 na 52ª volta (velocidade média: 243,494 km/h)

– Abandonos:

Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari): acidente na 1ª volta

Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda): acidente na 33ª volta

Nico Hülkenberg (ALE/Racing Point) não largou.

Fonte: AFP


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist