Copa América: Colômbia derrota Argentina, encerra jejum de 12 anos e estreia com pé direito

Written by on 16 de junho de 2019

A Colômbia não vencia a Argentina desde 2007. Neste sábado (15/06/2019), 12 anos depois, os Cafeteros encerraram o jejum contra a Albiceleste e estrearam com três pontos na Copa América de 2019, em Salvador, na Bahia. Roger Martínez e Duván Zapata fizeram os gols do triunfo por 2 a 0 na “colombiana” Arena Fonte Nova.

Clima amistoso entre fãs antecede o confronto, válido pela primeira rodada do grupo C da competição© Fornecido por ESPN do Brasil Eventos Esportivos LTDA Clima amistoso entre fãs antecede o confronto, válido pela primeira rodada do grupo C da competição

Com o resultado, a equipe de Carlos Queiroz já abre 3 pontos o time de Lionel Scaloni e para as seleções de Catar e Paraguai, que se enfrentam neste domingo, às 16h00 (de Brasília), no Maracanã (RJ).

AMIZADE FORA; RIVALIDADE DENTRO

O que se viu algumas horas antes da partida foi um clima bastante amistoso, com os torcedores de ambas as seleções cantando e vibrando juntos. Teve até “desgutação” de “bebida suspeita” em frente ao Dique do Tororó.

Dentro do estádio do Bahia, no entanto, o espírito de Libertadores tomou conta dos gringos. Os colombianos, maioria esta noite, gritaram mais alto, mas os argentinos não deixaram barato e acompanharam o ritmo.

MESSI E JAMES DÃO BOAS-VINDAS

O primeiro toque de Messi, o grande astro desta Copa América, teve até trilha sonora. O camisa 10 encostou na redonda, e a Fonte Nova foi à loucura.

Quem também arrancou suspiros da torcida no primeiro tempo foi James Rodríguez. O armador da Colômbia recebeu uma bola no setor de meio-campo e aplicou um tremendo chapéu em Otamendi, que passou lotado.

“RONALDO” COLOMBIANO LESIONADO

O atacante Luis Muriel, que é conhecido na Itália por ter um estilo parecido ao de Ronaldo Fenômeno, ficou apenas 13 minutos em campo e precisou dar lugar a Roger Martínez.

“MIL GOLS, MIL GOLS! SÓ PELE!”

A torcida brasileira não perdeu a chance de tirar um sarro dos hermanos. Os gritos começaram tímidos, mas foram crescendo até que o famoso refrão fosse possível de ser ouvido em toda a arena: Mil gols! Mil gols! Mil gols! Mil gols! Mil gols! Só o Pelé! Só o Pelé! Maradona cheirador!”

COLÔMBIA CRIA; ARGENTINA SOME

A partida começou muito igual e truncada. Mas a Colômbia, de pouco em pouco, foi tomando do duelo e passou a comandar as ações ofensivas. Martínez, Falcao, James e Cuadrado foram os desques do setor de frente. A Argentina, por sua vez, terminou o primeiro tempo muito atrás, praticamente sem conseguir escapar da forte marcação adversária. Di María, por exemplo, não tocou na bola.

FICOU NO VESTIÁRIO

E Di María nem voltou para a etapa final. De Paul, da Udinese, foi lançado por Scaloni, que já havia avisado na entrevista coletiva da última sexta que obrigatório ter mobilidade na frente. O camisa 7 não entregou o esperado e logo foi sacado. 

ARGENTINA MELHORA 

A seleção hermana começou o segundo tempo muito diferente da forma como encerrou a etapa inicial. Mais objetiva, a equipe logo assustou Ospina com Paredes, que chutou para fora. Depois, Messi entrou na áera colombiano dando caneta, mas não conseguiu dar sequência. Paredes soltou outra bomba aos 13min, mas viu o goleiro espalmar.

CUADRADO X MESSI

O número 11 colombiano deu uma entrada dura no camisa 10 argentino, e os jogadores de ambas as seleções inciaram uma confusão. Cuadrado saiu amarelado do lance. Na cobrança da falta, Messi parou na defesa segura de Ospina.

PERDEEEEEEEU

E só dava Argentina. Aos 20 minutos, Aguero chegou na bola que sobrou na grande área e cruzou do outro lado. Otamendi subiu muito e cabeceçou para ótima defesa de Ospina. No rebote, Messi apareceu do nada e cabeceou sozinho, mas para fora. Guido Rodríguez entrou no lugar de Paredes logo na sequência.

É GOL DA COLÔMBIA

A Argentina estava melhor? Estava, mas foi a seleção colombiana que abriu o placar. E com direito a golaço! Aos 25 minutos, James Rodríguez inverteu a bola para Roger Martínez na esquerda. O atacante passou por Saravia e encheu a bomba no canto de Armani, para fazer a torcida cafetera explodir de alegria em Salvador.

TROCOU

Com a Albiceleste perdendo, Scaloni tirou Aguero do campo e mandou Matías Suárez para o jogo.

E TEM MAIS UM

A Colômbia ampliou o placar aos 40 minutos. Tesillo foi ao fundo e cruzou rasteiro, com força, para Duván Zapata fazer o segundo gol dos Cafeteros, garantindo a vitória por 2 a 0. 

AGENDA

A Colômbia volta a campo pela Copa América na quarta-feira, às 18h30 (de Brasília), para enfrentar o Catar na segunda rodada do Grupo B. A Argentina joga no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), contra o Paraguai.

Fonte: ESPN


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist