CGU aponta irregularidades e superfaturamento em obras do Consórcio Intermunicipal do Vale do Piancó

Written by on 20 de junho de 2018

A Controladoria Geral da União (CGU) constatou irregularidades praticadas pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Piancó (CISVAP) na construção de 711 moradias para Controle da Doença de Chagas nos municípios paraibanos de Aguiar, Conceição, Coremas, Emas, Ibiara, Igaracy, Itaporanga, Nova Olinda, Pedra Branca, Piancó e Santana dos Garrotes. 

As obras foram executadas com recursos de convênio federal (nº 0528/2008) e, segundo a CGU, houve um superfaturamento no valor de R$ 560.025,87. Foram constatadas “falhas no orçamento, resultando em um superdimensionamento de R$ 560.025,87, realização de pagamentos para serviços não previstos, execução de serviços em desacordo com os projetos, pagamento a maior por serviços não executados ou realizados em desconformidade ao projeto e utilização de materiais divergentes dos especificados”.

Além disso, verificou-se, também, a ocorrência de custeio de despesas para a construção das moradias pelos próprios moradores, como contrapartida para o recebimento do benefício, o que é vedado, uma vez que a União está repassando diretamente os recursos para construção das unidades habitacionais.

Após a constatação das irregularidades, o consórcio vai responder ao Ministério Público Federal/Procuradoria da República no Município de Sousa/PB.

Conforme o relatório da CGU, o prefeito do Município de Itaporanga assumiu o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Piancó, no dia 19 de julho
de 2017.

Confira o relatório.

 

clickpb


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist