Pombalense é assassinado a tiros no Rio Grande do Norte e por falta de documentos corpo passou mais de 10 dias para ser liberado para sepultamento; Confira

Escrito por em 10 de julho de 2018

Um homem da cidade de Pombal, no Sertão da Paraíba, foi morto a tiros no dia 25 de junho na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte e como só havia um cartão do SUS, o corpo só foi liberado nesta segunda-feira (09/07), para que a família realizasse o velório e sepultamento.

A vítima identificada como Edilson Oliveira de Souza, “Edilson Tatuagem” de 58 anos (foto), foi morto a tiros por indivíduos não identificados pela polícia.

Moradores que residem próximo ao local onde ocorreu o crime, disseram a polícia que ouviram barulho de disparos de arma de fogo.

Polícia Militar, Polícia Civil, e o Itep realizaram os procedimentos de praxe, como isolamento dos corpos, remoção, e coleta das primeiras informações para instauração dos inquéritos policiais.

Conforme a Polícia Civil de Pombal, Edilson Tatuagem seria foragido da justiça local e a demora na liberação do corpo ocorreu devido a falta de documentos, já que no momento do crime, a vítima só estava com um cartão do SUS.

Ainda de acordo com a polícia, o corpo de Edilson Tatuagem foi sepultado nesta segunda-feira (09/07), na cidade de Pombal.

HW COMUNICAÇÃO

com Nas Garras da Polícia


Opiniões do leitor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Ao vivo

Maringá FM

Current track
TITLE
ARTIST