Na estreia de Diniz, São Paulo empata com o Flamengo no Maraca

Written by on 29 de setembro de 2019

Bom para um, nem tanto para outro. Sob forte chuva e em um jogo de poucas oportunidades, Flamengo e São Paulo ficaram no empate em 0 a 0, na noite deste sábado (28/09/219), no Maracanã.

Por ser a estreia de Fernando Diniz e jogando fora de casa, o Tricolor saiu satisfeito com o ponto conquistado, que o deixou 36, na quinta colocação do Brasileiro. Já o Rubro-Negro chegou a 49 e pode ver o vice-líder Palmeiras encostar, dependendo do resultado de domingo (29/09/2019).

Pelo Brasileiro, o São Paulo volta a campo no próximo sábado (05/10/2019), às 19h, contra o Fortaleza, no Morumbi.

Já o Flamengo visita a Chapecoense, no domingo (06/10/2019), às 11h. Antes disso, o Rubro-Negro enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, pelo primeiro jogo da semifinal da Libertadores.

Pressão inicial

Apesar da primeira chegada ao ataque com um pouco mais de perigo tenha sido do São Paulo, logo aos 2 minutos, com Pablo, foi o Flamengo que dominou o começo da partida. E sem dar mais chances para o adversário. A partir daí, aconteceu praticamente uma blitz rubro-negra. E quase saiu o gol do Flamengo. Arboleda quase fez contra ao tentar cortar um cruzamento por baixo. Na sobra, Arão finalizou, mas Bruno Alves tirou quase em cima da linha.

Pouco depois, Arão teve outra chance. Essa mais clara ainda. Aos 17, Arrascaeta cobrou escanteio e o volante não precisou nem subir para cabecear, mas Volpi salvou o São Paulo em cima da linha.

Tricolor se fecha bem

Após um começar deixando muito espaço para o ataque rubro-negro, principalmente nas costas de Juanfran, Fernando Diniz conseguiu ajustar a defesa e o Tricolor evitou que o Flamengo continuasse chegando com tanta facilidade. Então, o time paulista passou a sair mais para o jogo, e até chegou a marcar com Daniel Alves, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento.

Enquanto o Flamengo sentia falta dos jogadores poupados, o São Paulo pouco conseguiu criar. Ainda assim, o Tricolor teve uma oportunidade clara desperdiçada por Tchê Tchê, após o meia receber ótimo passe de Daniela Alves pelo lado esquerdo da área. O são-paulino demorou para finalizar e foi travado por Rodinei.

Fla volta melhor

No retorno do intervalo, a equipe de Jorge Jesus voltou com Gerson e Rafinha entre os 11. E os donos da casa voltaram a dominar a partida. Logo aos 8, Bruno Henrique obrigou Volpi a fazer uma boa defesa em um forte chute de fora da área. Pouco depois, em novo momento de pressão , o goleiro tricolor salvou em finalizações de Rafinha e Gerson. Volpi só não conseguiu defender a finalização de Bruno Henrique, aos 28, mas o lance foi anulado por impedimento de Gabigol no começo do lance.

A única boa chance do São Paulo na segunda etapa aconteceu numa falha de Pablo Marí, que deixou Antony avançar sozinho pela direita. O atacante finalizou rasteiro e Diego Alves espalmou para fora.

Muita falta, pouca bola

Com a forte chuva que caiu sobre o Maracanã, o campo ficou pesado e o futebol ficou prejudicado. Foram 45 faltas marcadas durante todo o jogo e sete cartões amarelos distribuídos durante o jogo, que teve apenas cerca de 55% de tempo de bola rolando. O Flamengo até que tentou – e conseguiu – criar algumas boas chances de gol, mas errou muito no último passe. Bom para o São Paulo, que aparentou sair satisfeito com o empate.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 0 SÃO PAULO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data-hora: 28 de setembro de 2019, às 19h

Árbitro: Rafael Traci (SC) – Nota LANCE!: 5,5 – controlou bem o jogo, mas exagerou em alguns cartões amarelos.

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Alex dos Santos (SC)

Árbitro de vídeo: Rodolpho Toski Marques (RJ)

Público/Renda: 62.541 pagantes/R$ 3.541.963,25

Gramado: Bom.

Cartão amarelo: Gabigol, Rafinha, Everton Ribeiro (FLA), Liziero, Pablo, Reinaldo e Hernanes (SAO)

Cartão vermelho: –

GOLS: –

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei (Rafinha, Intervalo), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê (Filipe Luís, 30’/2ºT); Piris da Motta (Gerson, Intervalo), Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê (Vitor Bueno, 21’/2ºT), Daniel Alves e Hernanes (Hudson, 47’/2ºT); Antony (Liziero, 40’/2ºT) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Lance!


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Current track

Title

Artist